O sujeitinho composto

composto

Não era muito fácil se chamar Mirtes Matilde. Fosse uma pessoa qualquer teria vergonha, mas ela não. Quando questionada sobre qual seria sua graça, abria a boca com orgulho e dizia toda prosa em alto e bom som: “Me chamo Mirtes Matilde”. E de quebra, mesmo que ninguém jamais houvesse ansiado em saber, ela completava: “Mirtes significa triunfo e Matilde quer dizer poderosa guerreira. Portanto meu nome é “o triunfo de uma poderosa guerreira”. E não se continha esperando as reações que jamais eram de acordo com suas expectativas.

O pré-requisito para uma pessoa encantá-la era ter um nome grandioso como o dela. Não se interessava em absoluto por pessoas com nomes comuns como Ana Carolina, Maria Heloísa, João Pedro ou Carlos Eduardo. Mas, sobretudo desprezava pessoas com apenas um nome como Juliana, Andréa, Marcos e Rodrigo. Pensava com seus botões: “Nome comum é igual a uma pessoa comum. Nome simples é igual a uma pessoa simples”. E ela não tinha afinidade nem interesse no comum ou no simples. Queria conhecer os raros e compostos e foi exatamente essa mania a responsável por uma série de corações partidos na vida de Mirtes Matilde. Pencas de Antônios, Paulos, Jefersons e Ronaldos se apaixonaram por ela, que fria como uma pedra, dispensara a todos, um a um.

Até que um belo dia na repartição em que trabalhava, começaram a surgir rumores de um certo novo funcionário que acabara de ser contratado. Cara comum, magrelinho comum, roupas comuns, sapatos comuns, sorriso comum. De diferente, e o único responsável pelos comentários de todos, era seu nome. E foi assim que tudo mudou na vida de Mirtes Matilde.

- Prazer em conhecê-la. Sou Argemiro Egídio. Meu nome significa “guerreiro ilustre que protege”.

Apaixonaram-se perdidamente. Nem a política da empresa, que não permitia nenhum envolvimento amoroso entre os funcionários, foi obstáculo. Se casaram e dois anos depois ela engravidou. Desde então começaram as apostas sobre o nome que o casal daria àquela pobre criança.

(Republicação de 29 de janeiro de 2007)

Tags: ,