Quando ficar velha quero ser Silvio Santos

silviao

Eu brinco com meus amigos dizendo que quando eu ficar velha serei uma sem noção que peida no elevador e não está nem aí. Pra mim, chegar ao auge da vida significa que você não precisa mais ficar se contendo e/ou se esforçando para agradar a ninguém.

Claro, peidar no elevador é uma metáfora (ou não) para fazer tudo o que passar na minha cabeça. Veja o Silvio Santos, por exemplo. Ele é minha grande inspiração pra vida que quero na velhice e olha que nem estou falando de ser rica. Com 83 anos ele só faz o que tem vontade. Esses dias ele apareceu na emissora com o dente quebrado. A equipe correu para conseguir um dentista e o mandou arrumar o tal dente. Ele disse que já ia, mas antes resolveu gravar o programa com o dente quebrado mesmo. Detalhe: era um dente da frente. Achei o máximo.

Ele fala o que pensa, passa cantada em toda mulher que aparece na sua frente (vou ser uma velha safada que pega nos braços fortes dos mocinhos), muda a programação do canal porque está com tédio, tira onda com a própria filha, zoa a cara dos convidados e participantes dos programas que apresenta, usa o microfone da maneira mais brega do mundo, aparece de cabelos grisalhos porque não teve tempo de pintar. Silvio Santos é um fanfarrão!

Discorda? Dá uma olhada neste vídeo aí e tente não amar esse velho completamente doido: